Aproveite o 13º de Seus Clientes

Aproveite o 13º de Seus Clientes

Aproveite o 13º de Seus Clientes

Segundo reportagem do jornal Correios 24 Horas, o décimo terceiro salário será a salvação de muita gente este ano. Com o cenário econômico cada vez mais apertado, a  maioria dos consumidores (o equivalente a 74% pessoas) pretendem utilizar o 13º para o pagamento de dívidas já contraídas.

É o que aponta pesquisa da Associação Nacional dos Executivos de Finanças Administração e Contabilidade (Anefac). De acordo com a Associação, a quantidade de pessoas que vão pagar dívidas com o 13º aumentou 8,82% frente a 2014. Apenas 8% dos trabalhadores devem utilizar parte do benefício para a compra de presentes e 8% vai poupar  para fazer frente às despesas de começo do ano.

E aí mora uma grande oportunidade para a sua empresa, duas na verdade: receber atrasados e promoções específicas.

Receba os Atrasados de Seus Clientes

Monte uma força-tarefa exclusiva para cobrar a todos os seus clientes que devem à você a mais de, digamos, 90 dias, por exemplo. Nessa força-tarefa, dê a todos o poder de negociar descontos substanciais para que seus clientes sintam vontade de quitar suas dívidas com a sua empresa e, assim, você ajudará a elevar o caixa de sua empresa ainda em 2015.

Que tal, por exemplo, preparar cartas super amigáveis e com diversas formas de contato para seus clientes devedores entrarem em contato? E se nessa carta você já enviar 2 boletos diferentes de propostas de acordo, sendo um para pagamento parcelado e outro para pagamento à vista?

Essa época, com salário de 13º na mão, os brasileiros tradicionalmente pagam suas dívidas. Então, faça com que sua empresa entre na lista de credores a serem pagos por eles.

Faça Promoções Específicas

Uma grande parcela desse público, além de quitar dívidas vai gastar esse dinheiro em outras coisas que não sejam apenas gastos natalinos. Na reportagem, a doméstica Maria Betânia Barbosa, 53, por exemplo, confessa que este ano o orçamento não vai dar nem  para uma lembrancinha. Isso porque ela já está com todo o 13º comprometido com despesas de seu casamento. “Também vendi dez dias das minhas férias”, conta ela, que pretende casar só no civil o mais rápido possível. “Tudo sai caro. Só com documentação, já gastei R$ 500”, afirma. Maria Betânia e o noivo têm uma renda mensal de dois salários mínimos. “Queria resolver outras coisas, mas o dinheiro não dá. Ainda tenho que pagar o meu celular novo”.

Ou seja, as empresas da área de flores e buffet tem uma grande oportunidade em exemplos como esse. Então, que tal fazer umas promoções específicas nessa época do ano dando substancial desconto para pagamentos à vista?

Pense fora da caixa e passe por essa crise como se ela não existisse. 

Comments are closed.

Regularize Sua Empresa

Resolvemos para você!